"Selos Recebidos"

sábado, 26 de junho de 2010

"Refém"



Pobre o homem carente, vezes descrente

Diante da utopia que vislumbra em vida

Põe-se pensante diante de tantos sentimentos incessantes

Procura nos olhares entender um pouco sobre a vida

Vezes essa desprovida de sensações e emoções provindas de uma a quem querida

Pouco importa os lampejos de desejos

Estreitos esguios e imperfeitos

Duram pouco diante dos olhos para no fim se resumir em oco

O ócio dos pensadores, em pensar na vida e também nos amores

O ópio do poeta que morre e desperta na palavra vezes dispersa

O veneno da alma que seda e acalma

A adaga que tira a vida sem ao menos a carne cortá-la

É tanto palavrear que chego a temer

Uma vida inteira escrever sem o amor prover

Como se destinado a sentir profundo

Intenso transformado em palavras o amor propenso

Aquele esperado jamais chegado

Outorgado, postergado, deixado, findado

Nesta vida não em outra

Para viver da lembrança

E da escrita que jamais descansa

Assim, deixo o medo se alojar.

Pois temo pela vida escrever

Sobre o amor

Que pelo que parece jamais irei ter.

37 comentários:

  1. Hamilton,

    Cá estou eu a te encontrar antes do sono.
    Com teus belos poemas inicio os mais lindos sonhos.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  2. Hamilton, para!!!!!!!
    Como você pode achar que não vai ter um amor?!
    Vai sim, espera pra ver! rs
    Bjs Lindo!
    Mila Lopes

    ResponderExcluir
  3. Te deixei e-mail, rs
    Briguei mesmo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Hamilton meu querido, vou entrar no complô junto com a Mila..rs

    Teu poema esta lindo, isso é certo, não anseie.

    Quando ao teu querer tire o anseio, quanto mais olhar por essa janela menos verá, mude o foco.
    Qundo menos esperar acontecerá.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Mas que pessimismo é esse meu amigo Hamilton!
    Não vou nem querer ouvir!!!!
    Vc vai ter sim....um amor que o fará esquecer do que passou...! VAI VER, DEPOIS UM DIA ME CONTA!
    BEIJOSSSSSSS
    TERNURAS

    ResponderExcluir
  6. Olá pequeno japa! Tudo bem? Espero que sim.
    Já tinha lhe dito que sempre visitava seu espaço, o qual gosto muito (acho que disse isso também, né?).
    Agora passo por aqui pra convidá-lo a conhecer o meu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Só parece que o amor está longe de vc.
    Só parece que ele não vai acontecer.

    Só parece. Logo vc vai ter que trocar todos os temas de seus posts, vc vai ver, meu amigo!
    E vc merece um grande amor.
    Abração! boa semana

    ResponderExcluir
  8. Hamilton...

    Não é possível mesmo esperarmos nenhuma outra garantia... O amor está dentro de nós e em nenhum outro lugar...

    Não há juras eternas, reciprocidade inabalável, emoções perpétuas, desejos permanentes... Não há...

    Só podemos contar mesmo com nosso amor interior e o direcionamento que permitirmos que ele tenha... E só!

    Mas ainda assim "que seja eterno enquanto dure".

    É tudo o que eu percebo hoje sobre essa questão tão complexa e abstrata!!

    Valeu ontem pelo apoio às altas horas...

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Aiaiaiaiai!
    Que história é essa de que não terá um amor, hein?
    Pode ir tirando essa ideia maluca da cachola.rs
    Tem que ser paciente, o que é seu está guardado.
    Quando você menos esperar vai acontecer.
    Enquanto isso, viva a vida!
    Tenha uma semana especial.
    Com carinho, Lady.
    :o)

    ResponderExcluir
  10. Eu sou contrário aos comentários, acho que quem escreve como você não merece um amor, mas sim O AMOR. Para ter uma grande conquista é necessário preparo e você certamente o tem.
    E o amor que jamais terá no seu texto é esse sofrido, terá um que lhe permitirá um fundo de tela com a cara do Bozo de tantas alegrias que lhe trará.
    Parabéns pelo que escreve.

    ResponderExcluir
  11. Olá amigo
    Desistir jamais, há de chegar o dia em que o amor não mais rimará com dor.
    Abração

    ResponderExcluir
  12. Quanto amor!!!

    Obrigada pela visita e pelo carinho! Beijos!

    http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pela visita e pelo carinho! Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Porquê todo homem encontra sim seu amor, seja cedo ou tarde, ele o achará!

    ResponderExcluir
  15. Certezas...já acho lindo como a vida irá te surpreender!!! Bjosss

    ResponderExcluir
  16. Perfeito *-*
    Tocou fundo meu coração...
    Parabéns!!!




    ;*

    ResponderExcluir
  17. Que descrença no amor é essa? Não pode! rsrsrs...quando vc menos espera ele chega!

    ResponderExcluir
  18. "Sentir teu coração perfeito batendo à toa
    E isso dói
    Seja como for
    É uma dor que dói no peito
    Pode rir agora que estou sozinho
    Mas não venha me roubar"
    (Legião Urbana - Angra dos Reis)

    Essa é uma das minhas músicas preferidas...

    ResponderExcluir
  19. ACABEI DE LER SEU POST MAIS RECENTE E NÃO ACREDITO NO QUE ACABEI DE LER AKI!!!


    Mesmo tão descrente como parece estar , tenho ctz absuluta que o AMOR surgirá em breve , pessoas como vc .. merecem viver-lo em sua plenitude!!
    Levante a cabeça !! e acalme seu coração!!!

    te adoro
    bju

    ResponderExcluir
  20. Nilce, fico feliz em verdade se seus sonhos possam ser melhores com meus escritos...

    Obrigado, beijos!

    ResponderExcluir
  21. Mila...
    Que dizer, se em verdade por vezes é o que parece.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Fátima
    Em verdade deve ser o que procuro.
    Ou uma nova janela, ou janela alguma.
    Ver o horizonte talvez se faça mais prudente.

    Beijos e obrigado!

    ResponderExcluir
  23. Margarida
    Querida e estimada amiga.
    Se ele chegar, prometo vou lhe contar.
    Ou caso contrário nem precisara.
    Estará escrito em "Profundo Pensar"

    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Olá Priscilla, seja bem vinda à blogosfera.

    Logo estarei a visitar seus escritos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Alexandre.
    Meu amigo, as vezes de tanto parecer
    Parece até verdade parecer...

    Mas estou aqui de pé e vivo.
    E isso me basta...

    Abraços amigo!

    ResponderExcluir
  26. Lívia Azzi.
    Talvez realmente seja.
    Talvez a verdade esteja assim estampada.
    Mas sou réu confesso.
    Não consigo, ou simplesmente não me permito acreditar.
    Que não existe mesmo amor inabalável, que não exista reciprocidade, as facetas desta amor em verdade...

    Beijos, não tem do que agradecer.
    No que precisar, basta me procurar...

    ResponderExcluir
  27. ஐ¸.*Lady *.¸ஐ
    Sempre tão querida
    Sempre carinhosa.
    Assim vou seguindo querida amiga.
    A vida!!

    Beijos carinhosos e sempre meu muito obrigado!

    ResponderExcluir
  28. Victor Zanata
    Serei mesmo merecedor de amor assim?
    Ainda me pergunto se tal amor possa acontecer!

    Abraços amigo e obrigado sempre!

    ResponderExcluir
  29. Wanderley Elian Lima.
    Tem razão amor não tinha que rimar como dor.
    Esta ai um problema em nosso português...

    Abraços e obrigado!

    ResponderExcluir
  30. Andréa Silveira.

    Eu quem agradeço sua visita.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  31. Gabriela.
    Seja como for amarás.
    Que assim seja!
    Pois assim espero...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Rê.

    Que delicia suas certezas...

    Espero que esteja certa!

    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Jυℓyαnα ツ
    Fico feliz por ter gostado.
    Mesmo sendo assim um tanto descrente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  34. Desabafando.

    É assim não é?
    As vezes nos cansamos... rsrs
    As vezes caímos.
    Mas outras levantamos!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Michelle Lynn

    Linda a música, conheço-a bem!
    E obrigado por deixar aqui palavras de alento muito bem encaixadas...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Beta.

    Todo amor deveria ser vivido assim em sua plenitude.
    Mas as vezes da a impressão que minha vez passou.

    Beijos também adoro você.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics