"Selos Recebidos"

quinta-feira, 27 de maio de 2010

"Dispersas Palavras"


Guardo de ti imagem soberba de amor contrário a si
Saudade estancada na própria saudade postergada de ti.
De tanto saudar talvez não ouse mais amar
Do tanto escrever talvez não queira mais apaixonar.

Tenho saudade de certo lugar
Saudade de amor vivido e do amar
Quanta saudade pode existir no amor resistido?
Quanto bem querer pode ter um anjo caído?

Não existem respostas para definir sentimento
Tampouco palavras que nos de algum discernimento.
Existe vida para provir-se de emoção
E emoção para se resumir na existência do coração.

Se não sinto não existo.
Se não choro não vivo.
Se não amo...
Para que existo?

Apenas palavras dispersas
Ou dispersas palavras.
Não importa agora
Tornaram-se pensamentos de outrora

Feito pétalas de sakura
Que após florescer na primavera
Deixam-se levar com o vento que as carrega
Tal como os pensamentos meus que agora leva.

11 comentários:

  1. Linda tua poesia Hamilton...
    Estes versos foram fortes:
    "Se não sinto não existo.
    Se não choro não vivo.
    Se não amo...
    Para que existo?
    Adorei...
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado querida Mila.
    Mas ouso dizer que fortes mesmo são seus escitos;

    Adoro todos eles.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Achei também muito forte essas palavras. Acho que vc escreve com o coração e que seus poemas são lindos mas sinto uma tristeza grande nesse. E o impressionante é que me identifiquei muito com suas palavras hoje. Hoje refleti sobre algumas coisas e senti saudades de pessoas, então acho que entendo um pouco desse seu sentimento. Se não sentimos, se não amamos pra que existimos? Pra aprender a sentir, pra aprender a amar, pra aprendermos a viver.

    ResponderExcluir
  4. Lindo, lindo, lindo poema!!! Linda imagem, linda música!! Quanta arte, quanta beleza!! Parabéns, querido amigo Hamilton!! É sempre uma alegria visitar o seu blog maravilhoso, beijos ;)

    ResponderExcluir
  5. Antes de tudo eu me senti homenageado ao ver essa foto do sakura e suas pétalas. Foi um dia tão bonito...

    Saudade, vc sabe, é um sentimento tão profundo que carregamos aqui... saudades de quem amamos, de quem um dia amamos, de cenas vividas.
    Entendo muito vc e seu sentimento verdadeiro...

    ResponderExcluir
  6. Saudade o que fazer com ela, sentir ou a jogar pela janela(sabe que já tive vontade de fazer isso) pra viver! Mais se isso nos faz parte, vamos nos entregar a saudade de momentos que nos fizeram crescer e não nos machucaram! Por que se há dor há algo errado!Buscar a saudade de ti primeiramente, para depois ver que a saudade de alguém valha a pena!
    Um abraço Hamilton - a sua imagem foi postada no meu espaço e belíssima música aqui!

    Juliana

    ResponderExcluir
  7. Desabafando, sou réu confesso trago sim nestas palavras um pouco de tristeza, e gostaria mesmo conseguir enteder algumas coisas, mas me conscientizei daquilo que jamais entenderei.

    Obrigado pelas palavras carinho e compreenssão;

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Suziley, imensamente feliz por se sentir bem quando vem aqui!
    Muito obrigado por todas as palavras, mas confesso que so se torna melhor graças a vocês que sempre se fazem presentes.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Alexandre Mauj, muito obrigado pela cooperação... rsrs
    Confesso, que navegando na net em busca de imagem nem havia notado que era sua, me perdoe amigo!!
    E obrigado por me compreender também, as vezes é inevitável mas o escrito vem como desabafo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Juliana, como sempre coberta e protegida pela razão, as vezes confesso tenho vontade de sumir, deixar a saudade para trás e simplesmente sumir.
    Ainda sou aprendiz quanto a arte de dominar a saudade.

    Obrigado por tudo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. "Se não sinto não existo.
    Se não choro não vivo.
    Se não amo...
    Para que existo?"

    Eh isso q eu sempre me referi em relacaum aos seus posts amigo. rs. Vc agora disse tudo. Naum eh pq uma vez naum tenha dado certo, q daremos o poder a pessoa q refez ou esta refazendo sua vida, o gosto de nossa inexistencia.
    Grande abraco

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics