"Selos Recebidos"

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

"Mais um errante qualquer"




Seu olhar pôde me enganar.
Suas palavras um sonho divagar.
Viajei em busca de uma proposta
Mas não, não obtive resposta.


Entreguei-lhe sem alguma razão.
Descuidado, vivo agora como que sem coração.
Metáforas a perder de vista.
Pois lhe procuro mas se foi sem deixar-me pista.


Um sofrimento infundado.
Pois nas noites sou usurpado.
Sofro em demagogia.
Não entendo essa analogia.


Sangrar sem se cortar.
Doer sem poder se ver.
Chorar por saber amar.
Crer no que não se pode ver.


Um vagabundo perfeito.
Sentindo-se sem nada ao relento.
Um amor esquecido no tempo.
E o desejo de se esvair ao vento.


21 comentários:

  1. Noooooooooossa!!! Lindo, lindo, lindo!
    Obrigada pelo carinho deixado lá no cantinho também! Bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso seu poetar, o amor trás um aprendizado que nunhuma faculdade dá.

    ResponderExcluir
  3. O que foi e se perdeu...é porque não era para ser teu, tudo tem a hora certa, o momento exato e tudo esta traçado, por isso devemos sempre prestar atenção as pessoas que nos rodeiam, pois muitas vezes elas trazem a tal felicidade que tanto esperamos e nós distraidos com o que Não volta mais, nem percebemos.
    Sorria, a lua vem surgindo, o sól espia e tudo é tão lindo!
    Beijossssssssss Poeta

    ResponderExcluir
  4. Lindooooooooooooooooooooooo! e triste !!

    tudo acontece qd tem q acontecer ... n eskeça disso, ok?
    Beijos , meu aprendiz preferido!

    ResponderExcluir
  5. Perfeito! Muito lindo...

    Nossa, fico sempre sem palavras com um texto assim, parabéns!

    Beijo,

    Fallen Angel

    drl-life-essence.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Hamilton

    Não há como não vir aqui. Poemas lindos, mas sinto-te ainda tão triste meu amigo.
    Não quero que sofras mais.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  7. Seus versos são tão profundos e intensos nos cativam por traduzir tristeza em beleza.

    Sua poesia é pérola brilhante e envolvente...


    Beijos!!

    Ps. Amei falar contigo hoje...

    ResponderExcluir
  8. Oi,Hamilton!Lindos versos o nosso problema é que criamos expectativas demais em cima dos outros e não nos damos de ocnta que eles não estão aqui para atender as nossas expectativas...
    Beijosss

    ResponderExcluir
  9. Só o vento mesmo pra levar não só a dor, mas a saudade e a tristeza gerada por todo esse lamento e sofrimento, pra bem longe de nós...

    ResponderExcluir
  10. Sangrar sem se cortar.
    Doer sem poder se ver.
    Chorar por saber amar.
    Crer no que não se pode ver.

    Querida amigo, isso é muito forte!!!
    vc. pode ver e sentir o carinho que tenho por você??
    vc. é uma pessoa especial que quero ter sempre próximo a mim.
    bjs.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. oPSSSSSSSSSS!!!!!!!!! querido amigo, escrevi certo agora????? rsrs. bjs.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  14. Adorei o que escreve!!


    vou te segui, posso?

    bjos

    ResponderExcluir
  15. Meu querido poeta...
    Se vc for vagabundo
    eu vou na rua te encontrar
    meu ombro te ofereço
    quero-te confortar...
    Mil ternurassssssssssss
    Ps Enviei um mail!

    ResponderExcluir
  16. O vazio pode existir sempre mas o verdadeiro amor permanece, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  17. Lindo poema! Porém triste!
    Palavras cheias de sentimentos de um coração que foi machucado...
    Espero que esteja bem!
    Beijos meu anjo

    ResponderExcluir
  18. Palavras profundas, senti uma certa tristeza ou melancolia nos versos mas como sempre escrevendo muito bem. To sumida mas sempre passo aqui para te ler.

    ResponderExcluir
  19. Nossa!

    Me deu até um aperto no coração,Hamilton! =/

    ResponderExcluir
  20. Eita, meu poeta!
    Sangrar sem se cortar, parece ser essa sina dos que insistem em amar.
    Uma rima nada interessante, mas real.

    Todas as vezes q venho aqui, volto no tempo. Você tem o dom de me transportar. São tantos e tantos momentos e vc consegue colocá-los todos em versos. Obrigada por essas viagens.

    Bjo grandão e aperto na alma.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics