"Selos Recebidos"

quinta-feira, 10 de junho de 2010

"Obrigado Sol"


Acordei sem querer saber do meu dia.
Como seria ou como o viveria
Não decidi estar alegre ou tampouco entristecia
No entanto, ao subir da escadaria
Fui posto a sorrir algo que ser algum evitaria

Lá estava o Sol a me aquecer e meu caminho a iluminar
Dizendo-me ao som do silêncio que cabe sim sorrir
E a vida contemplar

Os caminhos nem sempre são assim, claros ou acalentados
Sei bem dos dias frios e nuvens de tons acinzentados
Não serei a todo o momento sorrisos
Tal como na vida não terei apenas desconfortos

O dia correu bem desde que o sorriso fora posto
Não encontrei o amor da minha vida e nem por isso franzi meu rosto

Somos assim de lua dias estamos mal noutros numa boa
O que nos importa se não viver da melhor forma mesmo que por vezes doa.

Ao amor, que ele venha quando o cúpido me perdoar.
Visto que outrora fui eu dele mal falar. (depois eu posto tenho que achar)


Assim prossigo, meio sem destino certo
Acredito que este sou eu quem traça e um dia eu acerto.

41 comentários:

  1. Ah o Sol! É bem verdade que calor e luz num momento de escurdão e frio nos faz sorrir, mesmo que seja por um pouquinho.
    Parabéns poeta!

    ResponderExcluir
  2. Talvez a simplicidade desse texto o torne pra vc em um post besta, mas é a prova que o Sol aparece e é capaz de mudar um dia que tinha tudo pra ser comum em algo que valha a pena!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Bendito Sol que fez suas palavras e seus versos iluminar e brilhar nesta noite friaaaa...parabéns!! Boa noite, beijos no seu coração ;)

    ResponderExcluir
  4. Muito lindos os versos perfeitamente casados com a imagem e a música do Renato.
    Este sol, por certo, te iluminou pra fazer versos tão profundos e sensatosa ao mesmo tempo. Não há devaneio e sim contemplação da vida, do que foi e do que será.
    Lindo isso!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Ah, que lindas palavras. Adoro dias de sol, dias de sol me alegram! Acho que apesar das dores e problemas podemos sempre traçar nosso caminho da melhor forma possível, temos essa escolha. E temos também que aprender a confiar na vida.

    A música também combina perfeitamente com seu poema. E quero aproveitar pra agradecer seu comentário, fez tão bem a minha auto estima. É tão bom receber esse carinho que me motiva a continuar com o blog. Obrigada mesmo viu? E que vc receba em dobro todo esse carinho.

    ResponderExcluir
  6. São nas noites que o sol faz falta!!! Bjosss

    ResponderExcluir
  7. "Lá estava o Sol a me aquecer e meu caminho a iluminar
    Dizendo-me ao som do silêncio que cabe sim sorrir
    E a vida contemplar"
    Adorei esses versos Hamilton.
    Bjs
    Mila Lopes

    ResponderExcluir
  8. O sol nunca nasce o mesmo todos os dias...
    A cada dia crescemos ou diminuimos,somos humanos, mudamos de acordo com o tempo...
    Lindas palavras, como sempre: Você esta de parabens!
    bjus

    ResponderExcluir
  9. Oi, Hamilton

    Lindos versos. Sol, grande Sol, alem de iluminar, também a lhe inspirar.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  10. Eh... o sol nasce todos os dias. Parece um recado pra gente não desanimar, não acreditar que sempre será noite.

    Que o cupido faça rápido as pazes contigo, vc merece um grande amor pela alma impar q vc tem.
    Bom dia

    ResponderExcluir
  11. Olá, seu cantinho é confortavel, adorei, li aki seu coração e senti que ele é lindo, por isso aki te leio aki fico e aki te sigo, passei momentos viajando em seus post,Parabens pelo blog, e muito obrigada aki me transportei ao mundo ao seu mundo.Deixo aki meu afeto, e minha admiração.
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  12. É,Hamilton...

    Mais cedo ou mais tarde a gente acaba acertando!

    Gostei do poema!

    Bjinhos***

    ResponderExcluir
  13. você está fazendo um exercicio literário muito proficuo, continue assim que terás sempre um seguidor.

    ResponderExcluir
  14. Lindo, que o brilho deste sol entre sempre em seu coração, paz.
    O amor chega na hora certa...
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  15. Um dia... que pode até ser noite de chuva, você vai acertar, sim. Sabe porquê? Porque os deuses adoram poemas sentidos como os seus.
    Já os estou até ouvindo a conferenciar: "É, esse poeta aí, merece um amor do tamanho da lua!"
    Obrigada pelas visitas...
    MUITAS TERNURAS

    ResponderExcluir
  16. Dias de sol são muito bons, parece que nossos dias e escolhas ficam mais faceis, mais iluminadas. Mas apesar de tudo gosto dos dias escuros, apesar da caminhada ser mais dificil, no fim sempre vale a pena. O importante é saber sorir e viver em todos os dias e situações.
    Bjo

    ResponderExcluir
  17. Passando pra dxa um beijo!!
    Se cuida

    ResponderExcluir
  18. Hummmm seu comentário me dxou em dúvida!:(
    Gostou ou não ?
    Beijo

    ResponderExcluir
  19. Hummmmmm... agora sim!
    Cê me desculpe , sou meio devagar as x rsrsrrs
    Esse post vai virar uma conversa jaja!
    que locura!!! msn é pra essas horas!

    ResponderExcluir
  20. Que o sol brilhe em todos os seus dias, mas se um dia ele for encoberto pelas nuvens, não se preocupe, ele voltará a brilhar.
    Bjus

    ResponderExcluir
  21. Victor Zanata, nada como sorrir ao menos por alguns instantes.

    Abraços poeta!! rsrs

    ResponderExcluir
  22. Beta, de fato basta abrir os olhos, para perceber que o próprio mundo anseia que fiquemos bem.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Bendito Sol Suziley, que faz nos lembrar que apesar da escuridão em que tentemos nos esconder, a vida esta presente e o Sol para a vida iluminar.

    Beijos muito obrigado!

    ResponderExcluir
  24. Luciana P, de certo é o Sol que ilumina a todos sem descrição, é a prova que em um singelo acontecimento encontramos vasta emoção.

    Beijos e muito obrigado por estar presente.

    ResponderExcluir
  25. Desabafando, eu quem agradeço esse seu imenso carinho.
    Esta sempre presente e motivando a gente!
    A você meu muito obrigado!

    E que o Sol possa sempre em nossas vidas brilhar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Rê, na ausência do Sol, Deus nos deixa a Lua.
    De uma maneira ou de outra sua criação esta sempre sendo iluminada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Mila, sim são belos.
    Palavras em silêncio do próprio Sol.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Gabriela, de certo nenhum dia é como o outro, o ontem é passado o hoje presente.
    Pelo fato de não se repetirem é que nos permite sempre algo novo para recomeçar.

    Beijos e obrigado sempre!

    ResponderExcluir
  29. Nilce, obrigado pelas palavras.
    Tenho certeza que este mesmo Sol estará a lhe iluminar, basta silenciar e contemplar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Alexandre Mauj, de fato é isso mesmo. Um recado... Que pode nos fazer compreender que não importa como mas esta sempre a brlhar.
    E que o cúpido lhe ouça!! rsrs

    Abraços!

    ResponderExcluir
  31. Hana, seja muito bem vinda. Fico muito feliz por ter se sentido bem neste pequeno espaço, mas sincero.

    Logo irei te visitar.

    Beijos e obrigado pelos elogios.

    ResponderExcluir
  32. Com certeza Lívia Inácio, uma hora a gente acerta!!

    Beijos e obrigado!

    ResponderExcluir
  33. Endim Mawess, agradeço imensamente vossas palavras.
    Feliz em ler que possa se tornar exercício literario meu caro.

    Abraços e obrigado!

    ResponderExcluir
  34. Lisette, muito obrigado pelo carinho de sempre.
    E é verdade o amor tem seu tempo, o tempo perfeito conhecido como tempo dele e não o da gente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Ahhh lolipop, adorei suas palavras. Muito mesmo!!
    Quem dera os Deuses estarem a conferenciar, decidindo sobre o amor... Adorei!!

    Beijos sempre e obrigado pelo imenso carinho!!

    ResponderExcluir
  36. Livi, exatamente.
    Saber sorrir e caminhar a vida, sem deixar-se cair.
    Isso sim é importante.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  37. Beta, retribuindo o beijo de carinho.
    O comentário fora respondido em novo comentário!! rsrs
    e tem razão, daqui a pouco vira um bate papo!! rsrs

    Tem meu e-mail no perfil se preferir!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Wanderley, certamente voltará!
    Ou melhor é bom lembrar que ele esta a brilhar por de trás das nuvens!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  39. Que o sol ilumini teu corsçao.

    Beijos

    ResponderExcluir
  40. Amo o sol e os dias de verão. Gosto da promavera também. E confesso que no frio fico mais melâncolica, irritada e tensa...
    Mas são quatro estações no ano e continuo a caminhada durante as outras duas.

    Desejo que seus dias sejam sempre ensolarados!

    Beijão!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics