"Selos Recebidos"

segunda-feira, 7 de junho de 2010

"Poeminha Tosco"


Vou assim cantarolando sem fim
Cantigas de amor que talvez não sejam para mim
Mas canto sem me cansar talvez um meio da dor expulsar.
De ti cicatriz não quero mais saber, tampouco novamente a sentir.
Vou assim vezes perambular, mas outras vezes vou sorrir.
A tristeza pode vir me afagar, mas ela sabe que não é aqui que deves ficar.
Permanecer que seja o belo amanhecer, trazendo sorrisos e bem querer.
Quanto á tristeza ela pode até um tempo ficar, mas nada poderá quando o Sol raiar.
Talvez escreva das lágrimas não vertidas, mas tão somente para em palavras as transformar.
Não sou perfeito, mas sou um bocado sentimento.
Posso chorar, afinal servem para os olhos lavar.
Mas preciso me lembrar de também sorrir, pois a vida ainda sorri para mim.
Então seja como for...
Vou assim cantarolando sem fim.
Cantigas de amor para você e para mim.
Quem sabe naquela esquina não encontro quem sabe o amor sem fim.
Também se não o encontrar, quem disse que a cantiga tenho de encerrar?
Afinal de contas estou vivo, mesmo que sofra vim aqui para viver.
Na dor ou no amor, vou caminhar para ver o que vai acontecer...

21 comentários:

  1. Se nós deixarmos de caminhar nunca vamos chegar ao nosso destino final...



    ;*

    ResponderExcluir
  2. Ela existe e não tem como fugir. Só não deixe que a dor o impeça de prosseguir.
    BjO*

    ResponderExcluir
  3. Caminhe sempre em frente!
    As dores do mundo não estaram sempre em seus ombros!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Nossa caminhada é para aprendizado seja ele qual for, paz.
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  5. Adorei o "poeminha"!!

    Não teremos garantia nenhuma se colocamos os nossos passos no caminho do outro. Nós nos libertamos dessa instabilidade quando percebemos que temos nosso próprio caminho a seguir, ele pode ser compartilhado, mas é único e essencial para viver intensamente independente das intempéries do tempo...

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Quem canta seus males espanta não é isso?

    De tosco não tem nada meu amigo ( já posso chamá-lo assim, creio)

    Beijos, sempre boa sorte.

    ResponderExcluir
  7. caro amigo você é todo sentimento!!!lindo poema,tere

    ResponderExcluir
  8. Jυℓyαnα ツ, jamais deixar de percorrer o caminho da vida.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Poupée Amélie™, que a dor nos sirva como lenha, para alimentar a locomotiva do amor e da vida.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Beta, de certo em dado momento as dores deixarão de nos acompanhar, quando notarem que não nos fazem parar.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  11. De certo Lisette, devemos aprender seja como for!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Tem toda razão Lívia Azzi. o caminho compartilhado ou não, precisa ser transposto seja como for.

    Beijos e obrigado!

    ResponderExcluir
  13. Fátima, é isso mesmo vamos cantarolar seja qual for a canção.
    Amigo, mas é claro que pode!

    Beijos e sempre muito obrigado!

    ResponderExcluir
  14. Tere, muito obrigado pela visita, e pelo elogio.
    Espero que volte sempre.

    ResponderExcluir
  15. Oiiiii Hamilton,
    Gostei do título, um jogo de marketing, hein, rsrs!!!
    O poema como sempre supera as expectativas. Este, no meu pensar, reflete um amadurecimento interior, uma compreensão inteligente do universo factual. Somos assim, passamos por vários estágios na vida, caminhando, amando, aprendendo... Beijo grande.

    ResponderExcluir
  16. Não achei tosco não! Adoreiiiii a mensagem da poesia!
    E obrigada pelo apoio!

    ResponderExcluir
  17. Adorei a referência com o clássico! Gene Kelly dançando é o show.

    Acho que preciso mudar meu conceito de tosco, pq se esse poema é tosco... o que será então tosco?

    ResponderExcluir
  18. Olá Marli, que bom te-la por aqui!
    Marketing, imagina de fato nem sabia se iria posta-lo... e como estava sem nome e saiu meio assim... rsrs
    Adorei sua interpretação, de fato espero ser assim...
    Beijo ENORME... E obrigado sempre por suas palavras.

    ResponderExcluir
  19. Desabafando, eu que ador ler você aqui e ali!! rsrs
    Não tem do que agradecer, merecimento festejamos!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. De fato Alexandre, essa cena é de fato show...
    (Risos) tosco?? Tão me recriminando pelo nome que dei!! rsrs

    Abraços e sempre meu muito obrigado!

    ResponderExcluir
  21. Poema com de bom gosto e não tosco. Lindo! Boa noiteeeeee...hehehe..beijos ;)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics