"Selos Recebidos"

sábado, 2 de outubro de 2010

"Dói deixar-se Calar"



Às vezes sinto bem aqui no fundo.
Um sentimento profundo.
Remoendo-me por dentro.
Desejando o firmamento.

O sentimento é obscuro.
Como quem me corta a fundo.
Um sentimento desagradável.
Que quer me punir por querer ser amável.

Amável, será tão errado?
Do sentimento trazido no peito, devo manter calado?
Houve dias que a resposta seria não.
Mas nos dias de hoje mais parece decepção.

O sentimento parece dever permanecer calado
Silenciado no tempo e espaço ate ser achado.
Mas acho, ou melhor, acredito ser errado.
Que sentido tudo teria se o sentido fosse silenciado?

Já pensei em desistir, não sentir com intensidade.
Mas se o fizer estaria desistindo de ser o que acredito em verdade.
Mesmo que sofra em intenso a decepção.
Não posso simplesmente trair ao que pede o coração.

Posso até morrer de amores
Mas não verão minha carne propagar desamores.
Não entregarei o pouco que tenho de sanidade.
Para acreditar que de desamor é que se vive em verdade.


*musica escolhida graças ao post de Marli em Blog da Marli, obrigado Marli"

25 comentários:

  1. MEU MUUUUUIIIITOOOO QUERIDO HAMILTON!
    Seu belo poema está de facto em sintonia com os versos do Vinicius que a Marli escolheu. Viver sem paixão, é o mesmo que não ter azul no céu, sal na comida, cereja no bolo.
    Por favor, não desista, nem traia seu coração!
    "QUE SENTIDO TUDO TERIA SE O SENTIDO FOSSE SILENCIADO?"
    Vc é uma pessoa maravilhosa. Continue sendo assim.
    Tenho a certeza de que não sou só eu que...ADORO VC!
    TERNURAS MILLLLLL
    SEMMMPRE

    ResponderExcluir
  2. Olá Hamilton
    Não desista nunca e nem cale os seus sentimentos. Amar é para os corajosos, mesmo que para isso tenha que se pagar um preço.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  3. A maior covardia que pode acometer alguém e saber que sua voz é silêncio frente à humanidade.

    Prazer, ΛмeвΛ!

    ResponderExcluir
  4. Ola doce menino

    Saudades!
    Tenho estado sumidinha pra comentar mas qdo venho leio tudo que vc escreve!É sempre um prazer enorme te ler!Seus poemas sao contagiantes!

    Lindo demais esse e como diz no titulo:doi deixar-se calar!
    O amor é pra ser exaltado,exalado,gritado aos quatro cantos do mundo!
    Nao tem que se punir por falar o que sente!Nao drible o teu coraçao.É mt bom amar e tenho certeza que a pessoa amada se sente radiante a cada grito de amor que sua alma der!

    Um beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  5. Hamilton, que lindo, pra variar...
    E olha, eu vou te dizer, como dói deixar-se calar, como dói... Só quem já silenciou sabe...
    Mas eu te digo também que não existe silêncio que perdure a vida toda... Então, pra que despistar o coração, se mais dias menos dias, ele vai ter a voz mais alta mesmo? rsrs
    Ah, o coração...
    Bjão amigo!

    ResponderExcluir
  6. Se eu me calar... com certeza deixo de existir.

    Não aconselho guardar... libere e viva somente e simplismente.

    Beijos sempre sangrentos da vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  7. "QUE SENTIDO TUDO TERIA SE O SENTIDO FOSSE SILENCIADO?" ; "O amor é pra ser exaltado,exalado,gritado aos quatro cantos do mundo!" [2]

    Concordo com vocês!

    Eu não sei me calar, acho que nunca vou aprender e nem quero saber fazer isso em relação aos sentimentos... E também não compactuo com “o silencio nocivo que tortura e prende o outro”.

    Amor bom é aquele que permite fluir a experiência da linguagem (com toda a abrangência que essa palavra é capaz de atingir).

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Vou lendo suas postagens, os comentários e aprendendo mais em cada linha. Você desperta muita intensidade. Bjosss

    ResponderExcluir
  9. Calar nunca...deixar fluir...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  10. Forte intenso.. perfeito em sua plena sabedoria.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  11. Calar não limpa a alma, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  12. Nunca desista de acreditar no amor! Nunca cale o coração!

    ResponderExcluir
  13. BOMMMMMMMMMMMM
    DIAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!
    bjs querida]
    -
    “o silencio nocivo que tortura e prende o outro”.
    Tbm não é do Agrado!!

    BELO ESCRITO!!!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi, meu amigo querido

    Calar jamais. Não desista nunca de acreditar no amor.
    Adoro você!

    Obrigada pelo carinho. Vou mandar minhas "ites" pra pqp. rsrsrs

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  15. É verdade Hamilton, porque "...a vida só se dá pra quem se deu, pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu..." Teu poema sintoniza perfeitamente com a "minha" música do Vinícius. Parabéns por tua sensibilidade poética e pela paixão com que escreves teus versos. Isso é viver. Bjsssss

    ResponderExcluir
  16. Oi, sou eu de novo: só pra dizer que fiz um up date no meu post, com um link pra cá. Bjsssss

    ResponderExcluir
  17. Somos páginas em branco se não somos verdadeiros, não importanto a verdade, mas a necessidade de ser.
    Certíssimo, apoio, assino em baixo..rs

    Beijos meu
    ah! Feliz por ter voltado.

    ResponderExcluir
  18. vejo q és o POeta!!
    O Amigo

    Andei a pensar e escrever como a Amiga!!
    ----------------
    Perdoe!!
    -----------------
    bjs Querido

    ResponderExcluir
  19. É profundo pra lá... é profundo pra cá... ufa!!
    Mas não se cale!!

    Boa semana.

    ResponderExcluir
  20. Oi,Querido!Nossa que poema lindo, nossa tocou fundo na alma, amar é correr riscos,mesmo que a gente quebre a cara mil vezes...
    Não desita nunca!
    Uma ótima semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. "Posso até morrer de amores
    Mas não verão minha carne propagar desamores."

    Não cale nunca!!!

    Bjo grande e abraço na alma.

    ResponderExcluir
  22. esse post é a sua alma escrita. Vc fala de amor, fala tb da dor. Mas não abre a boca para espalhar o pior do ser humano, o fel, o ódio.

    Que não vivamos a era do desamor! assim eu espero, assim eu rogo! que muitos pensem como vc, amigo Hamilton!
    bom dia

    ResponderExcluir
  23. Hamilton, o Ale do Lost in Japan! me passou a dc do seu blog...EU ADOREI conhecer teu espaço,aceite mais uma seguidora assidua por tuas escritas, aproveito e te convido a conhecer o meu cantinho romântico...espero que goste.
    Parabéns pela criação desse espaço lindo!
    Beijosssss

    ResponderExcluir
  24. Que triste e quanto desalento haveria se não pudéssemos crer no amor.
    Que felicidade e quanta esperança porque entre nós sobrevive incólume às agruras e decepções possíveis, vc, meu querido poeta do profundo amar!
    Bravo!
    Beijokas.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics