"Selos Recebidos"

domingo, 23 de maio de 2010

"Um litro de Lágrima"

Confesso que ainda não terminei de assistir à novela, no entanto não pude conter minhas palavras até a mesma se findar.

Agradeço ao Alexandre Mauj Imamura Gonzalez, de Lost in Japan que sem ele não teria conhecido tal história.
Se quiserem saber um pouco mais acessem: Um Litro de Lágrimas - A história de Aya Kito.
Obrigado Alexandre.

Como aceitar que sua vida possa estar fadada ao fim?
Como viver os dias sabendo que logo tudo se acabará?
Não importa quantas palavras existam no mundo todo, pois nenhuma delas pode definir de forma fiel o que se passa dentro de cada um de nós.
Não é possível retratar uma dor mesmo sentindo-a.



Um litro de lágrima.

Nenhuma vida pode ser pré destinada.
Nenhuma sensação tem palavra para ser definida.
Nenhuma criança merece ter a infância roubada.
Nenhum ser humano merece ter a vida estancada.

A vida deve ser vivida com intensidade
A vida deve ser saboreada em toda idade
A vida para ser bem aproveitada não mede tempo
A vida bem vivida não tem tempo agendado.

Faça hoje o que tem vontade de fazer.
Faça agora se seu corpo permite reger
Procure cuidar de seu corpo a fim de não o danificar
Precisa dele para a vida inteira aproveitar.

Às vezes o ponto final é posto sem esperarmos.
Por vezes a deixamos de lado, ao invés de aproveitarmos
A vida por si só já nos é curta
Pior é quando ela se adianta e encurta.

Aya Kito aprendeu a viver
Por saber que sua vida em breve iria perder
Por que tal doença a ela escolheu?
Pergunta sem resposta, basta saber que viveu.

Que em seus dias de vida, decidiu viver a vê-la acabar.
Quantos de nós afortunados deixamos a vida passar?
Reflitam sobre a vida, refletirei também
Não desejo assistir a ela, sentado esperando seu fim
Quero vive-la ao máximo sem pensar que ela se acaba enfim.

27 comentários:

  1. Eu queria muito te agradecer pelo seu parecer, seu post. Eu que preciso agradecer.
    Apenas divulguei uma obra que considero tão importante e válida. E vc teve o trabalho de aceitar a proposta, acompanhar e entender.

    Muito obrigado! E fico contente que vc reparta com seus leitores essa história tão importante.

    O seu texto é de muita beleza, sintetiza de uma maneira muito bela a mensagem deixada por Aya Kito.

    Eu que te agradeço! E agradeçamos juntos a Aya Kitou, cuja vida serviu para fazer tantos e tantos perceberem o que é importante nesta vida.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Hamilton,
    Teu texto retrata um sentimento verdadeiro. Vou correndo conhecer essa história que tanto te emocionou. Já sabes, eu não escondo, teus poemas encantam... mas esse que acabei de ler, arrebatou. Bjssss

    ResponderExcluir
  3. Hamilton,
    Eu de novo. Fui lá e li. Tens razão é um litro de lágrimas. Mas tu sabes que eu já conhecia essa história? É que eu não havia ligado uma coisa com a outra. Agora caiu a ficha. Claro, essa história está intimamente ligada aos "tsurus" e, na época em que eu estava aprendendo a dobrar esse origami (o tsuru), eu li muito sobre essa menina, sua triste história e importantes lições de vida. Agora tu me destes uma idéia: Vou dobrar um tsuru e linkar aqui com esse post maravilhoso. Que achas? Tudo bem? Bjssssss

    ResponderExcluir
  4. Olá Hamilton...
    Amei sua poeisa, muito reflexiva.
    Depois vou dar uma olhada na história, minha net não está ajudando, rs
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  5. Alexandre Mauj, como disse se não fosse ter entrado na blogosfera e ter conhecido seu espaço, não encontraria tal história.
    Agradeço suas palavras, sei que meu escrito é pouco perto do significado da vida para Aya.
    E o que disse é bem verdade, agradeçamos a ela pelo ensinamento.

    Obrigado Alexandre.

    ResponderExcluir
  6. Marliborges, agradeço muito suas palavras.
    Infelizmente, apesar de aprender a fazer o Tsuru, desconhecia a história.
    Mas hoje o significado do tsuru, irá se alterar completamente.
    Quanto a linkar seu tsuru a história, fique a vontade, eu ficarei lisonjeado, mas acredito que quanto mais pessoas souberem da história, talvez mesmo que uma pequena porção possa aprender algo com ela.

    Beijos Marli e mais uma vez obrigado!

    ResponderExcluir
  7. Mila, fico muito feliz que tenha gostado, e espero mesmo que depois consiga verificar a história.
    Ela sim encantou e encanta o mundo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu tinha lido o post do Ale mas confesso que não tive tempo pra assistir a novela. Acho que vc foi muito sensível ao escrever esse poema. Gostei da sua reflexão, nos transmite vontade de viver e de aproveitar a vida.
    Tenha um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  9. Desabafando, que bom é te-la aqui!
    Quando tiver um tempinho, seria legal assistir... Hmmm só não posso garantir que não irá chorar...rsrs Diria inevitável.
    Fico muito feliz que tenha gostado!
    Para você também um ótimo domingo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Lindo demais... e triste tbm.
    Lindas palavras e sensibilidade ao extremo!

    Beijos da vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  11. Querida Laysha, quem somos nós se não esta mescla de sentimentos não é mesmo?
    Muito obrigado pela fidelidade que sempre tem dado a "Profundo Pensar"...

    Beijos linda vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  12. Esse texto fez-me pensar em tantas coisas que deixamos de fazer por medo ou por crer que teremos tempo depois e as vezes esse depois nunca tem a oportunidade de chegar...
    Vou ler a história dela...
    Muito obrigada por dividir conosco tão importante mensagem.




    ;*

    ResponderExcluir
  13. Jυℓyαnα ツ, tenho certeza que irá gostar da história.
    E é bem verdade o que disse, deixar para amanhã o que imaginamos ser possível fazer. Quando na realidade não sabemos se realmente existirá o amanhã para ser feito.

    Obrigado por estar presente!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Que lindo Hamilton, linda história ainda que triste. Mas a vida é assim. Aya Kito lição de vida!! Linda música, lindo espaço amigo querido!! Vou voltar para reler esta bela postagem. Um bom dia, uma ótima semana para você, beijos ;)

    ResponderExcluir
  15. Obrigada a você Hamilton e ao Alexandre por ter-nos trazido tão importante relato. Sabermos que existe tal livro. Sabermos um pouco da história daquela doce e guerreira menina. Obrigada mesmo. Vamos torcer que uma editora traduza e traga tal preciosidade para o Brasil. Obrigada mais uma vez. Beijos no seu coração ;) Lindas músicas em japonês!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  16. Suziley, eu quem digo obrigado por estar sempre presente, e também por nos presentear com seus lindos posts.
    De fato, poderiam mesmo traduzir a história de Aya, pois tenho certeza que iria mudar a visão de muitas pessoas quanto aos valores da vida.

    Beijos e obrigado pelos elogios.

    ResponderExcluir
  17. Infelizmente não podemos mudar o destino, acredito que existe um porque, um bem maior pois uma criança não deveria morrer, nunca, mas elas vem e nos ensinam que o amor supera qualquer barreira, mesmo e distância...paz.
    Um abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  18. Linda mensagem. Muitos perguntam qual o sentido da vida, mas acho que cabe a cada de nós dar um sentido pra ela.
    Agradeço tb a visita! Volte sempre! Uma ótima semana pra vc! Abraços!

    http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Kubo Kerido,

    Adorei esse post, e realmente ao lermos esse tipo de texto, faz com que reflitamos em nossas vidas, e devido a correria do dia-a-dia, quase ninguém para e analisa o que se passa ao seu redor.

    "Reflitam sobre a vida, refletirei também
    Não desejo assistir a ela, sentado esperando seu fim
    Quero vive-la ao máximo sem pensar que ela se acaba enfim."

    Maravilhoso,

    Parabéns, como sempre...

    T adoro,

    Pri =D

    Bjus

    ResponderExcluir
  20. Gostei da reflexão, e vc ja sabe néh?! todas vez eu tenho q repetir, adoro o q vc escreve!

    ResponderExcluir
  21. Lisette, primeiramente obrigado pela visita.
    O que disse faz sentido, talvez elas venham tão somente a nos ensinar.

    Abraços Lisette e seja muito bem vinda a "Profundo Pensar"

    ResponderExcluir
  22. Andréa Silveira, tem razão Andréa, cabe a cada um dar sentido à vida e valoriza-la da melhor forma possível.

    Obrigado a você por sempre estar aqui.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Gabriela, agradeço muito suas palavras e principalmente sempre a sua presença.

    Bjos

    ResponderExcluir
  24. Pri(******), acho que levantou um ponto muito importante de nossas vidas, o "estarmos sem tempo para nada" nem mesmo para viver a vida como se deveria.

    Beijos!

    Tbm adoro vc!

    ResponderExcluir
  25. Eu li sobre essa novela em um blog de uma amiga, mas ainda naum tive tempo de assisti-la, mas ela contou em detalhes no post.

    "Não importa quantas palavras existam no mundo todo, pois nenhuma delas pode definir de forma fiel o que se passa dentro de cada um de nós."

    " Nenhuma criança merece ter a infância roubada.
    Nenhum ser humano merece ter a vida estancada."

    Essas duas frases me tokram mto, pois me identifiquei dmais com elas.

    Abracos amigo e parabens pelo belissimo e comovente post!

    ResponderExcluir
  26. Bleeding_Angel, eu quem agradeço sua presença.
    É bom saber que esta por aqui Lukas.

    Quantos as frases, são verdadeiras.
    No entanto, não se pode viver com elas devemos sempre supera-las...

    Abraços amigo e mais uma vez obrigado!

    ResponderExcluir
  27. Vim pelo blog da Marli e me encantei com seu poema. Tão verdadeiro e sensível.
    beijos

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics