"Selos Recebidos"

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

"Perdido"



Vim até aqui me perder
E não para me encontrar
Vim até aqui me desfazer
E não para me reconciliar

Sou perdido no tempo
E desprovido dele mesmo
Alguém que de tanto amar
Talvez nem queira mais tentar

Acho que vim para me abstrair
E talvez deixar de sentir
Vim por não saber onde ir
E quem sabe lembrar como sorrir

Fato que esqueci dos prantos
Mas sou feito assim de muitos mantos
Tanto aqui  procurei
Que ao fim me perdi, não me encontrei

Ao fim de tudo ainda escrevi
Quando o que queria era sumir
Ou talvez deva sempre escrever
Já que ao fim de tudo isso é o que me faz esquecer...


Não tente interpretar
Nem tampouco entender
São palavras que surgiram
Sem nem mesmo saber por quê.


12 comentários:

  1. Já que ao fim de tudo isso é o que me faz esquecer... Quanto tempo, Hamilton! Estou com um novo blog, o http://minhavidanaodarianumlivro.blogspot.com.br/. Nos vemos por lá, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente algum tempo Lucas, muito obrigado por estar aqui! Ah propósito já estou lá seguindo seu novo Blog. Abraços!

      Excluir
  2. Um sentimento tão forte que transbordam as palavras.
    lindo.Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Patricia. Mas ainda acredito que sejam meras palavras transbordadas!! Rsrs

      Beijos

      Excluir
  3. Meu querido amigo, pode soltar as palavras, sem qualquer intenção, pois elas seguirão o caminho certo e construirão lindos versos. Como os que aqui ora leio, fruto de sua enorme sensibilidade. Saudade! Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Marilene, muito obrigado pela visita! Quem sabe com o tempo me acostumo a escrever novamente não é? (risos)

      Beijos

      Excluir
  4. Oi,Hamilton que bom te ter por aqui.Há momentos na vida que não nos cabe entender o que precisamos é aceitar lá na frente entenderemos poque as coisas foram assim, fácil?Não é nada fácil aceitar,mas às vezes essa é a única alternativa que temos e acreditar que dias melhores virão.
    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Flor de Lótus, (risos) bom também te ver por aqui!
      Esta coberta de razão, por vezes aceitamos e tentamos entender. Mas sem sombra de dúvidas em um dado momento os fatos se explicarão do por que em certo momento de nossas vidas foram fatos.

      Beijos

      Excluir
  5. Sempre me encontro em seus versos,
    minha busca nunca finda.

    Saudade eterna de ti.


    Beijos sempre sangrentos da vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  6. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir
  7. Passei, vi, li e adorei o seu blog. Parabens! Aguardo sua visita em meu blog e peço que se possível, vote em blog para o PRÊMIO TOP BLOG 2012. http://inkdesignerstampas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Hamilton querido... quanta saudade de te ler!!! =)
    Palavras escritas sem "por quê" sempre saem do coração... embora muitas vezes a gente tente acreditar que elas não tem uma razão!
    Super beijo!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics