"Selos Recebidos"

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

"Coração Retalhado"


Sou feito canção em noite fria
Nas rimas encontro conforto e alegria
E mesmo o frio que vezes assola
Não afugenta,  procuro poesia e prosa

Já houve noites em que a canção sumia
Assolando a alma, proporcionando agonia
O frio nem se fazia mais condizente
Não se esfria ainda mais o coração doente

Me perdi entre veredas desconhecidas
Tão escuras e ao ser nenhuma acolhida
Já desejei calar todos meus sentidos
Emudecer o coração cansado de amores bandidos

Tudo agora se torna passado
São lembranças esquecidas dum outro legado
O coração de hoje desconhece o que fora um dia
Pois antes faltava-lhe pedaços por isso sofria

Quando amamos doamos um pedaço do que temos
Somos displicentes e damos mais do que recebemos
E quando tudo se acaba, o pedaço que demos não retorna
Fica ausente este espaço, que nos esfria a própria alma

Aprendi então a coletar pedaços, todos dados nada roubado
O coração juntou cada emoção sincera e todo bom abraço
Se refez em partes diferentes, cores distintas tão eloqüentes
E viu-se novamente refeito, ainda mais belo, em cores diferentes

Um retalho propriamente dito, de cores e pedaços desta lida
O amor esta em toda nossa volta, basta não desistir da vida
Encontrar em qualquer espaço a bondade em olhos esparsos
O abraço que vem da alma que te abraça afetuoso preenchendo espaços

Assim, tenho hoje um coração ainda mais forte
Que se entrega da mesma maneira em grande porte
Mas para conseguir este coração todo retalhado
Tem que merecer, e não surgir com o amor já entalhado

Pois aprendi que se admira para aprender-se amar
Se torna amigo nos primeiros passos deste caminhar
E quando me apaixono, ordeno a paixão se calar
Sendo a paixão passageira, procuro aprender a amar

Assim, amo tenramente a quem já estou amando
Me apaixonando todos os dias ao amor que declamo



6 comentários:

  1. Querido Hamilton, que lindooooooooo esse post, me emocionei!!!
    Nosso coração é bem assim todo retalhado, pois pedaços dele ficaram por aí a pessoas que entregamos e jogaram o pedaço fora, mas isso não nos tornou frios, muito pelo contrário, tenho a impressão que isso só (pelo menos a mim) me dá cada vez mais e mais amor para distribuir. :)

    Bjokitas com master carinho!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi,Hamilton!com o tempo e com o coração partido em mil pedaçoa, ficamos mais cuidadosos e seletivos,não o entregamos a qualquer um. Mas, com certeza não podemos deixar de crer que em algum lugar há alguém sedendo do nosso amor...
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Hamilton o seu poema é lindo e a imagem, simplesmente, maravilhosa!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Li, reli, li de novo, tornei a ler...

    não queria me desvencilhiar desta beleza tocante do seu poema, do seu sentimento.

    De retalhos eu entendo. É sempre mais do que eu espero, muito mais.

    Maravilhosamente surpreendente!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Esse coração retalhado tem muito mais valor que aqueles que ainda não sangraram. Ele já se deu e o mostra nas ausências. E muito recebeu, o que mostra nos preenchimentos.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Um coracao assim é sábio, já amou muito, bateu forte, bateu devagar, e isso só o fez ser mais forte e completo, do que retalhado.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics