"Selos Recebidos"

terça-feira, 31 de maio de 2011

"O delinear de meus dedos"



No aconchego e na candura de sua cama
Calo-me admirado diante da beleza que chama
Silenciam-se as palavras, diante do toque enaltecido
O toque mais sublime, o encontro há muito desejado

Na ponta dos dedos delineando seu corpo
Encontro meu prazer, e em você faço porto
A linguagem que agora toma forma
Dispensa palavras e não se retém a norma

A suavidade de sua pele que chega a entorpecer
Qual diante dela desejo apenas me embeber
Estando já embriagado pelo amor concedido
Entrego-me por inteiro em amor prometido

Assim o amor entre dois corpos se faz consumado
O encontro de almas certamente imaculado
O desejo latente expressado com fervor
O encontro esperado dum verdadeiro amor

O prazer que vai além e se intensifica no carinho
Anunciando que em seu leito proclamamos nosso ninho
O amor que nascera outrora tão inocente
Que dia após dia mais forte se fez em eterna torrente

Nosso amor que nascera calado
Cresce rápido, evolui-se desvairado
É o amor em vida mais eloqüente
E a este amor jamais serei indolente

______________________________________________________________________




5 comentários:

  1. Surpreendentemente belo e intenso!

    ResponderExcluir
  2. Profundo. Acho que não é a palavra certa, mas foi a primeira que me veio a mente. Um amor forte,aredente, intenso e etc.
    Lindo!
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  3. Estava com saudades de suas palavras, meus dias sem ter o que dizer me tirou ate gosto por ler. mais volto e aos poucos recupero o que perdir..

    realmente delirante

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics