"Selos Recebidos"

domingo, 17 de outubro de 2010

"O Império dos Sentidos"


"Blogagem Coletiva"
 Lolipop "Banzai"   Confiram...


Sou de fato demasiado sentidos
Mas não há no mundo quem possa dizer não se entregar ao império regido por eles, sim o império dos sentidos.
A volúpia em demasia proclamada em dois corpos que se entregam em extrema nostalgia.
O sabor exalado dos amantes impiedosos que tomam por inteiro as sensações da paixão que os envolve.
De olhos semicerrados de movimento acentuado horas em rompantes de sedução dominante.
Aos amantes que saboreiam e bebem da volúpia de seus corpos.
Sentem ofegantes entregues à magia do amor inquietante que lhes dominam os sentidos.
Tomam noite adentro entregues de forma literal ao império que lhes domina.
Guiados tão somente pelo desejo, enlaçados pelo envolvimento, se entregam em perfeita harmonia no entendimento proporcionado através dos corpos.
Num momento sublime de entrega e desejo, arrebatados pelos sentidos, do suor causado, dos toques demasiados, dos beijos molhados.
Assim entregues ao império dos sentidos.
São extirpados do mundo real, das falas depreciadas e muitas vezes desnecessárias.
O momento é de entrega, de sabores, onde corpos se saboreiam e lábios se entorpecem, onde não há pensamentos apenas entrega em uma única constante, o de proporcionar e receber prazer por todos próximos instantes.
O prazer não descrito, sem consoante nem verbo sem necessário ter-se alguma toante.
São sentidos, aos sussurros e suspiros, gritos e gemidos.
O som da volúpia de dois corpos, a sinfonia entoada por amantes, o toque dos clarins da vida, a sinfonia mais ardente e querida.
As mãos a percorrerem inquietantes cada espaço escondido, cada centímetro desejado, os beijos tomados descompassados redescobrindo o corpo do amante.
Das mordidas, espaçadas, espalhadas revelando o puro desejo desta toada, o amor consumado, o sexo elevado, o prazer em sua máxima constante.
A explosão dos sentidos revelados, demasiados onde não se faltam galgares, a disritmia, o ar que falta aos poucos e o tremor causado ao corpo.
Revela o êxtase envolvendo todo o espaço, o suor nos lençóis estampado, o leito do amor agora consumado.
O momento em que dois corpos se tornam um único sentido retumbante.
Assim, digo-lhes em verdade, que o momento é sublime e dispensa definições.
Apenas a exaltação vivida em similaridade por amantes.
Império dos sentidos, vivenciado e aclamado e comprovado em cansados semblantes.

29 comentários:

  1. Bela participação, Hamilton!! Uma boa tarde de domingo para você, beijos no seu coração :)

    ResponderExcluir
  2. "sexo elevado, o prazer em sua máxima constante"

    Ah, o prazer! Os sentidos, os toques, carícias, desejo e entrega... que podem nos render sem limites, não podem?

    Prazer que também podemos sentir ao escrever um tema assim definido em trio, que embora à distância, fez presente nossos pensamentos e vínculo, fortalecendo nossos sentimentos.

    Amei participar dessa caliente postagem desperta em amizade intensa e querida.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Hamilton...você esta se tornando nescessário em minhas leituras, eu tenho que passar por aqui, porque incrivelmente me fascina o que escreves...

    ja começa assim...
    ""Um dia pensei que pudesse amar, e quando tive oportunidade mergulhei sem o medo de tentar... Mas no amor não mergulhamos sozinhos e se o fiz foi por acreditar... Este é um Mar que se abre apenas quando duas almas acreditam no que vivem, acreditam no amor. Quando uma seduzida se deixa levar se depara com uma tormenta, solitário, sozinho e seduzido se culpando por acreditar em outrem, e com isso matará dia-a-dia algo que o próprio Mundo anseia em ter..."AMOR" - By: Hamilton H. Kubo"

    em seguida um texto maravilhoso...
    Beijosssssss porque senão eu não paro de escrever aqui.

    ResponderExcluir
  4. Querido Hamilton,
    "...o toque dos clarins da vida, a sinfonia mais ardente e querida."
    Não podia haver definição melhor, para esse delírio...desnorte...embriaguez voluptuosa que o amor sensual carrega consigo...
    O seu texto está divino!
    Foi um orgulho participar contigo e com a Lívia nesta demanda a seis mãos.
    Um brinde aos sentidos! Toquemos os clarins da vida...ou os pianos de Sakamoto, sem bússola na mão.
    TERNURASSSSS
    PS Horário de Verão??...rsrs

    ResponderExcluir
  5. Olá, Hamilton!

    Ôh coisa boa de ler! rs
    Que delícia de texto! Encontro mais que profundo de todos os sentidos... sinestesia total! AMEI! rs

    "A explosão dos sentidos revelados, demasiados onde não se faltam galgares, a disritmia, o ar que falta aos poucos e o tremor causado ao corpo."

    Lindo demais! Parabéns por tamanha sensibilidade!

    Beijos e tenha um lindo dia...

    PS: Ah! Uma pena vc não ter Facebook... eu não tenho Orkut... rs Mas vamos nos vendo por aqui... rs
    Inté :)

    ResponderExcluir
  6. Oi amigo poeta!
    Fico tão feliz quando me visita.:)
    Nossa, que texto maravilhoso, perfeito.
    Chuva de emoções,sentidos, harmonia perfeita entre 2 pessoas que se desejam e se amam.
    Aplausos!
    Beijos com carinho
    Lady

    ResponderExcluir
  7. Uau, Hamilton
    Que maravilha de texto, sentimentos aflorados, sensações vibrantes,ui!
    Que calor!!!! rsrs
    Perfeito meu querido.
    Vamos aos outros então.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  8. Olá Hamilton muito prazeroso de ler vocês. Ficou linda essa integração sobre o tema. Bjosss

    ResponderExcluir
  9. PERFEITO AMIGO
    LER-TE ME FAZ BEM
    BEIJO

    ResponderExcluir
  10. Las sensaciones que comparten los amantes no son comparables a nada, pero el vacío de después tampoco
    muy bello y real
    saludos querido, amigo

    ResponderExcluir
  11. Nós meditamos tanto que nossos sentidos poderão esvanecer ; portanto,nada melhor que os instintos a preservar.

    Para ler e reler.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Ficou maravilhoso *---*
    Muito perfeita, tanto as participações quanto a postagem!!!



    ;*

    ResponderExcluir
  13. Algo sensual... que beleza isso!

    Profundo, belo e sem apego às regras. Adorei!!

    Beijos sangrentos da vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  14. Olá,Hamilton!Belissimas palavras como sempre.Adoro esse enolvimento que tu tem com tudo que escreves, me sinto envolvida e tocada por cada palavra.
    Uma ótima semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Hello my friend, Your site is great, good job you do.
    I also created many blogs but not good like yours, I mean the visitors.So

    Please
    could you exchange link with me?
    Here are my blogs. you could choose to exchange ,

    http://khmernewstoday.blogspot.com/

    for news

    ResponderExcluir
  16. Hamilton. Esse filme é forte, vc viu né. a temática, a história, as cenas.

    mas vc e a Margarida deram uma beleza, uma leveza linda ao tema, souberam retratar a poesia que Sada Abe e seu amante viveram.

    lindo mesmo, nem tenho palavras pra falar como vc escreve bem.

    e a música de hj tornou o sentimento forte que o post tem ainda mais marcante.

    abraços meu caro!

    ResponderExcluir
  17. Perfeito a explosão pela vida, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  18. Perfeita postagem Hamilton.

    Uma boa semana pra vc.

    Obrigado pela companhia.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  19. passar aqui é, de fato, certeza de uma leitura agradável. Bom constatar que ainda escreves com paixão, poeta.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Hamilton, amigo!

    Texto poético e sublime de como se sente o amor no seu auge.
    Perfeito! Lindo!

    Deixo um beijo e duas palavras.


    "Teci com fios de luz
    O manto que te dei
    Para te abraçar
    Cada vez
    Todas as vezes
    Que te lembrares de mim."

    Maria José Areal


    ResponderExcluir
  21. Belo espaço, belo BLOG

    PARAbéns!!!

    Acesse meu BLOG, meu espaço...

    http://mailsonfurtado.blogspot.com

    E conheça um pouco mais do que escrevo...

    ResponderExcluir
  22. Ola querido amigo!

    Sei que pela minha falta de tempo ando passando atrasada aqui e depois de tantos elogios que concordo plenamente so me resta dizer voce é um encanto de poeta!
    Lindo demais!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Olá amigo, voltei.
    Passei para lhe desejar um ótimo fim de semana
    Abração

    ResponderExcluir
  24. Eu vim ler o teu blog, e vim lhe convidar a visitar o meu e se possivel seguirmos juntos por eles estarei aqui lhe esperando de braços abertos
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oi amigooo
    saudades de vc, sabia?
    Beijo

    ResponderExcluir
  26. Neste imperio qual sera a força maior, que faz ficar que faz seguir.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  27. BOM DIAAAA!!!
    Beijos e uma otima semana!

    ResponderExcluir
  28. Precisei vir aqui...

    Li essa postagem no dia da publicação, fiquei impressionada com tanta sensibilidade ao falar de um assunto tão erótico.

    Uma abordagem poética e sublime...

    Amei!!! Ficou extraordinário!!!

    Abraços,
    Mi

    ResponderExcluir
  29. Oi Hamilton...

    Li alguns posts do seu blog e gostei muito...você tem muito talento. Admiro os poetas, você escreve com o coração!

    Bjs

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics