"Selos Recebidos"

terça-feira, 10 de agosto de 2010

"Veredas duma Vida"



Por quantas veredas mais terei que passar?
Se do amor e pelo amor sempre me fizera rogar
Encontro em meu corpo, feridas que jamais irão me deixar
São marcas da vida e de um verdadeiro amor a buscar


Sou feito assim de marcas muitas e de eterno pensar
Como pude eu ser a quem ver na vida o amor se repudiar?
Serei eu eterno viajante de efêmera forma de amar?
Ou simples passageiro que vislumbra da janela e vive a sonhar?


São perguntas freqüentes que me tornam vez mais descrente
Vislumbro a vida passar e do Sol não vejo mais seu crescente
Os dias são turvos cinzentos, e a mim mais um entorpecente
Vivo a sonhar devanear e talvez do amor seja mero demente


Que sei se não de mim e do olhar que em minha mente ira divagar
Das lembranças criadas em leito, mas desfeitas ao despertar
Volto a caminhar pelas veredas em que não mais desejei estar
Disperso entre as torrentes da vida volto a navegar


Sou de fato feito assim sem mais protelar
Feito do desejo de se ter a quem amar,
Mas que tem então tão somente este profundo pensar...


Nothing Else Matters

22 comentários:

  1. Que perfeito!!!
    E não somos todos nós feitos desse desejo eterno de ter a quem amar?




    ;*

    ResponderExcluir
  2. "Sou de fato feito assim sem mais protelar
    Feito do desejo de se ter a quem amar,
    Mas que tem então tão somente este profundo pensar"

    É amigo poeta! Essa coisa de amar está muito confusa para mim, que tento tanto compreendê-la, teorizá-la, definí-la... E assim vou vivendo-a... LITERALMENTE! Hahaha!!

    Hoje só sei dizer que é muito complexa!! E haja reflexão... Ainda bem que não estamos sozinhos no pensamento e podemos partilhá-lo.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. meu amigo, vc escreve maravilhosamente bem. Sabe, me li no seu poema e até pouco tempo atrás eu me sentia de forma muito parecida com a descrita nessa poesia. E quando me vi descrente do amor ele surgiu de repente na minha vida e muita coisa mudou e vem mudando. Nunca deixe de acreditar.

    ResponderExcluir
  4. Amei...lindo, por ser exato, por amar d+...por não saber fazer de outra forma ou maneira...esse é o preço. Eu admiro pessoas assim, pq essa realidade também está no meu DNA...e a única palavra que descreve tais situações é: crescimento, elevação de alma, mente e corpo.

    Blogbeijooos pra vc...

    ResponderExcluir
  5. Olá menino
    Engraçado essa coisa de amor, ele é assim: quanto mais o procuramos, mais parece que foge da nós.Então temos que relaxar e esperar acontecer.
    Abração

    ResponderExcluir
  6. És poeta na essência da alma, pois ao menos na escrita estás sempre a buscar pelo amor perfeito!

    ResponderExcluir
  7. Oi, menino poeta, tão querido

    "Feito do desejo de se ter a quem amar,
    Mas que tem então tão somente este profundo pensar..."

    Será o desejo de se encontrar um novo amor???
    Perfeito poema. Perfeito!!!

    Amo esses seus cantinhos de AMAR, PENSAR e os FRAGMENTOS.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  8. Creio que tudo tem sua hora certa, quando menos se espera a oportunidade aparece. Cabe a nós percebê-la e não deixá-la passar.
    Beijos na alma, querido amigo.

    ResponderExcluir
  9. Vivemos em busca do amor perfeito e, cá entre nós, ele não existe. Se nos contentássemos com o amor possível, esse é eterno...
    Beijos, poeta.

    ResponderExcluir
  10. "Volto a caminhar pelas veredas em que não mais desejei estar
    Disperso entre as torrentes da vida volto a navegar"

    Sempre navegando, caminhando e cantando...nem sempre cantando, mas sempre navegando.

    Bjo grande e abraço na alma.

    PS: Estou tentando parar o tempo, assim vc não some... :(

    ResponderExcluir
  11. Adorei este poema...sempre o amor a marcar a nossa alma.

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  12. Vc está caminhando... e encontrará no caminho das veredas da vida o seu amor.

    Ainda mais uma pessoa que tem esse talento e coração que vc tem, amigo Hamilton.
    Demora sim, porque é especial. O que é descartável, qualquer canto se encontra.

    Abraços meu amigo bom dia

    ResponderExcluir
  13. Saudades de caminhar nos seus rastros. Voltei e irei me atualizar mas acompanhei um pouco enquanto estava distante dos seus novos projetos. Necessários. Bjosss

    ResponderExcluir
  14. Muitas veredas, meu amigo, teremos que passar, para esse tão sonhado amor encontrar..mais seguiremos sem medo, sem acanho, por que tudo há de chegar..
    Um beijo Hamilton
    Ju

    ResponderExcluir
  15. "A felicidade não entra em portas trancadas."

    ResponderExcluir
  16. "Se do amor e pelo amor sempre me fizera rogar"

    Parabéns, escreves muito bem!

    beiijo,
    *.*

    ResponderExcluir
  17. Era uma vez um moço...que no jardim da vida cultivava o amor...sem jamais deixar de semear pelos canteiros...o seu profundo pensar e, assim, eis que todos que por ali passavam...pelo perfume inebriante do jardim que o moço fazia...até mesmo com flores de quimera...se deixavam ficar...até que um velho poeta observou que as flores do profundo pensar sufocavam as outras sementes e mais, ainda, as flores do profundo amar. E o moço poeta e jardineiro tratou logo...de mais que tudo...amar por amar...e, então, o seu jardim passou a remodelar.

    Beijos desta sua amiga sempre.

    ResponderExcluir
  18. E quantos de nós não somos assim em tantos momentos, ou numa vida inteira. Que bom que é, profundo teu pensar e melhor ainda que bom que sonha.

    Beijo meu

    ResponderExcluir
  19. Combustível melhor não há... Viver para amar!Ser feito de desejos e sonhos, de vida que pulsa e nos impulsos se deixar levar.

    Te sigo nos 3.Voltarei em todos eles...Cantinhos que ins-piram e lendo teu perfil me identifiquei.

    Um abraço e um domingo inspirado.

    ResponderExcluir
  20. O amor aparece na hora certa, paz.
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  21. E essas veredas são confusas às vezes, e nos desnorteiam... Bom seria se sentimento fosse algo que se pudesse escolher, dosar, medir e cadenciar... mas já que não é, aprendamos a lidar com eles...

    Adorei os versos, obrigada pelo voto. Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  22. Amar é um dom indescritível que deve ser praticado para que o coração não endureça pelo mundo egoísta em q vivemos. E pelas palavras, demostrando seu amor pelo próprio amor você está um passo à frente de muitos, meu caro.

    Parabéns!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics