"Selos Recebidos"

domingo, 9 de maio de 2010

"Mergulho Solo"

Recordo-me com perfeição.
Do dia que ousei mergulhar,
Mergulhar em uma paixão.

Em meu discernimento
Certo de não ser efêmero sentimento.

Palavra alguma define tal sensação.
Restando-nos apenas o ledo coração.

Nem mesmo os anos
São capazes de impedir a reação
Quem dirá a tenra-idade de uma paixão.

A paixão pode fazer-se longa,
Se diferindo de breve estação.
Basta aprender-se a amar:
O estar
O conviver
O compartilhar
E permitir se deixar levar.

No entanto,
Se o mergulho solo for.
Nasce então,
Sofrimento e dor.

E ao ledo coração
Possa talvez então.
Restar apenas,
Marcas de uma paixão.

E do infortúnio mergulho
Seqüelas que talvez,
Possa abster-te de tentar
Novamente mergulhar...

18 comentários:

  1. Oieeeeee amadinho...
    Ó, prestenção...se não mergulhar por bem, empurro-te....rsss
    O amor se faz presente por todos os lados em nossa vida, basta termos olhos pra enxergar e coração para sentir.
    Bj estalado.

    ResponderExcluir
  2. Querido Hamilton, não devemos ter medo de amar novamente, acredito que o teu poxímo mergulhar será em águas profundas...
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  3. Saudações...

    Adorei...
    Belas combinações:sequelas,companhias,solidão,mergulhos,deixar,idade,paixão,infortúnio.Sugere a perfeição da confusaõ dos sentimentos.

    E talvez tal perfeição encontr´-se somente em lembranças...
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Quando ausentei-me estavas bem... o pq de tão triste poema?
    Porquê sofres assim?
    Se quizeres meu ombro... estarei sempre aqui.. meu coração estará sempre aberto à ti... meu amigo.

    Beijos sangrentos da vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  5. Lila, querida.
    Garanto-te que ja o tentaram.
    Mas é impossivél se a alma fica enquanto observa o corpo cair.
    Aos amores da vida, sou grato por vê-lo e senti-lo em verdade.
    Apenas uma variação dele é que me mantém no estado em que estou.

    Beijos carinhosos a você querida.

    ResponderExcluir
  6. Mila querida poetisa, espero sim encontrar novamente este "Mar".
    Enquanto não o encontro, caio em limbo desprovido de luz ou alento esperado.

    Beijos linda.

    ResponderExcluir
  7. Rivia, saudações.
    Obrigado pelas palavras, e talvez tenha razão.
    A perfeição apenas se encontra nas lemnbranças.
    Mas que são elas além de momentos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Laysha querida amiga.
    Não sei como lhe explicar, talvez a próxima postagem diga mais que este a que escrevi.
    Agradeço profundamente suas palvras, tal como agradeço vossa amizade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Transforme as sequelas em aprendizado, mas não deixe de mergulhar!
    Cuide-se o suficiente para não perder o fôlego...
    Eu já pensei em desistir de mergulhar... Mas aí a vida ficou tão sem graça!
    Então, decidi aprender a nadar...

    Forte abraço,

    Luciana (Catadora de Palavras)

    ResponderExcluir
  10. Sábias palavras Luciana Horta.
    Espero um dia aprender, quem sabe antecedo o desistir.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Vc descreve de uma maneira tão bonita a dor do amor. Todo mundo enfatiza só o lado bom de amar, em poemas lindos. Mas os seus tb mostram o aspecto do sofrimento, da dor que todos sentem com seus problemas de amor.

    É realmente um profundo pensar. E como sempre muito bom de ler.

    ResponderExcluir
  12. O mergulho solo é sempre mais arriscado e dolorido, sem dúvida. Se for pra mergulhar, que seja acompanhado, vale mais a pena a loucura, não é? Adorei a poesia! Linda!

    ResponderExcluir
  13. No entanto,
    Se o mergulho solo for.
    Nasce então,
    Sofrimento e dor.

    Vamos parar de sofrer né? Acho que já sofreu mais do que tal pessoa merecia. Sei que não é fácil, mas um bom começo é parar com Posts tristes e que me entristecem também apesar de lindas palavras.

    Te adoro...

    Um mega beijo

    Pri =)

    ResponderExcluir
  14. Alexandre, agradeço suas palavras e em saber que mesmo sendo de lamentos as palvras não soam tão má expostas.

    Abraços amigo e obrigado!

    ResponderExcluir
  15. Luciana P., certamente quando o mergulho é de comum acordo, ele é muito mais intenso e feliz.

    Beijos e obrigado pelos elogios em suas palavras.

    Beijos de ótima semana!

    ResponderExcluir
  16. Pri (******) agradeço suas palavras, mas se trata de um "estado" quem sabe ela não tarde a passar.

    Beijos também adoro vc.

    ResponderExcluir
  17. Abster-se de tentar novamente mergulhar??? De FORMA ALGUMA!
    A vida naum eh pra se isolar, eh pra ser vivida, eh o msm q aprender a andar de moto, vc cai, se rala, mas levanta e tenta de novo, se cair, continua tentando, ateh conseguir, msm q se quebre todo e vah parar em um hospital, vc aprende e dpois ve, q naum ha nada melhor q os grandes desafios q enfrentou para estar ali, ao vento, pilotando.
    A vida eh pra ser vivida e gracas a Deus nem todas as pessoas saum iguais, vc ainda tera seus mergulhos solos e outros unido a outra pessoa. Pode acreditar. O q naum pode eh dar poder a um unico mergulho solo akbar com o restante q vc tem pra viver.
    Abracos

    ResponderExcluir
  18. Bleeding_Angel, cá estou eu respondendo aos comentários... rsrs
    É verdade me nobre amigo, sem desistir não é?
    Levantar sempre que cair, ritmo da vida.
    Não importa o quanto isso dói, mas temos que continuar.

    Obrigado por suas palavras amigo, sempre!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics