"Selos Recebidos"

quinta-feira, 27 de maio de 2010

"Despedida"
"Dupla postagem"


Vou me dispersar na vida
Esquecer do amor e cuidar da ferida
Esta que os olhos teus não notaram
Mas dela muitas dores já brotaram

Estou cansado vou me retirar
Cansei de amar e ver você brincar
Talvez eu volte quando se cansar
Talvez, pois acho que nunca quis se casar

Chega desta mentira carregada no tempo
O tempo é curto e preciso partir
Chega de ser sempre eu a lhe dar alento

Vou buscar outros sentimentos
Caminhar e novamente sorrir
Pois deixara o amor morrer ha tempos

23 comentários:

  1. Muito bem escrito: simples, claro e bom de ler. Muitos queriam seguir essa receita. Definitivamente escrever é mais fácil que fazer.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Victor, vindo de um sonetista exemplar so tenho a agradecer.
    E de fato se fosse fácil como escrever... Seria mais fácil viver.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. hamilton, eu fiquei um pouco emocionado com esse poema, que lindo cara.
    Essa música do frejat, combinado com o poema, demais.
    Vou copialo, mais não para publica-lo no meu blog, mais para uma pessoa. abs

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo, confesso quase chorei aqui, e que mais me deixa impressionada foi que pensei o mesmo hoje, sabe quando vc resolve pensar na vida? Nos amores? Pois é, muito obrigada, sua postagem me ajudou mesmo, acho que por isso que eu sou apaixooonada pelo seu blog!
    bjs
    http://coisas-de-ninas.blogspot.com/
    http://meulencocorderosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema... emocionante mesmo!

    Agora queria dizer o qto seu blog está crescendo, e se ampliando... olha como tá lindo!! *___*
    Parabéns meu querido... vc merece!!

    Beijos sangrentos da vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  6. Cuide de suas feridas e despeça-se daqueles que não sabem valorizar seus sentimentos.

    Obrigada pelo incentivo e apoio lá no blog. Fico feliz! :-)

    ResponderExcluir
  7. Que belo e tocante soneto, Hamilton!! Como tens arte e talento, nas mãos e no coração!! Parabéns!! Tudo em sintonia, a música também!! Bom dia, querido amigo, beijos ;)

    ResponderExcluir
  8. "Chega desta mentira carregada no tempo
    O tempo é curto e preciso partir"
    adorei esses versos

    ResponderExcluir
  9. Muito bonito, adorei.

    Cafofo do Brito
    (http://cafofodobrito.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  10. O que não lhe serve, melhor deixar passar. Dizer adeus não é algo fácil, mas é necessário.

    Vamos cuidar para que as feridas se cicatrizem. E aguardar uma boa nova.
    Muito bonito post

    ResponderExcluir
  11. Muitos matam o amor por não saber amar, por não dar valor ao sentimento próximo, por ainda não amar a si próprio primeiro! Por isso é preciso curar essas feridas doloridas e buscar quem possa merecer toda a razão de amar e de ser!

    Um abraço Hamilton! - Cuidar é a melhor forma de se vencer as dores!
    Juliana

    ResponderExcluir
  12. Linda a poesia!
    Complicado amar e ser brincadeira...
    Tem horas que é necessário dar amor a sí mesmo, e nao a quem nem merece!

    Adoro seu blog!

    :***

    ResponderExcluir
  13. Marcos Aquino, fico muito feliz que tenha gostado!
    E feito a referência da música ao post.

    Obrigado e volte sempre!

    ResponderExcluir
  14. Gabriela, além de agradece-la pela presença sou imensamente grato pelas palavras.
    Fico feliz em ter ajudado de alguma forma.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Laysha Vampira, querida amiga sinto sua falta, deverias escrever mais... rsrs
    Muito obrigado, pelas palavras e elogios.
    E lembrando que esta aqui desde o nascimento...rsrs
    Adoro você não suma.

    Beijos de um anjo caído!

    ResponderExcluir
  16. Desabafando, acho que é o que preciso... rsrs
    E quem não precisa não é mesmo?
    Não tem do que agradecer, sabes que adoro estar lá, tal como adoro quando aqui esta.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Suziley, suas palavras engrandecem a alma sabia?
    Muito obrigado pela constante presença e palavras carinhosas.
    Uma linda noite de sexta para você.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Non je ne regrette rien: Ediney Santana , fico muito agradecido por ter gostado, e espero que volte sempre!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  19. denisdebrito, obrigado pela vista e elogio, volte sempre Denis.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Alexandre Mauj, ai esta o problema, a facilidade em se deixar passar as coisas, os sentimentos...
    Mas tenho fé vou encontrar ainda o amor que me fará esquecer!!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  21. Juliana. como sempre me trazendo alento nas palavras, talvez seja assim caso perdido...rsrs
    Gostaria muito de não temer mais os sentimentos, e poder ceder espaço a quem de fato possa merecer!
    Mas passa...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Liiร vαи dYkє, muito obrigado pelo elogio.
    É bem verdade o que disse, dar amor a sí próprio e não quem não o merece.

    Obrigado!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Meu amigo... desapegar-se de coisas q aparentemente nos fzem bem, mas na vdd nos fzem mal, naum eh tarefa facil. Lembra do post tomando decisoes q foi o meu retorno? Pois eh, eu precisei me recluir pra poder me desapegar de pessoas do passado q eu pensei q me amavam e q, insistiam em dzer me amar, mas eram soh palavras e naum atitudes, portanto...
    O q posso te dzer eh q tudo na vida se renova e o dia q vc conseguir de fato se livrar disso, vai saber como eh e estara pronto pra recomecar.
    Eu recomecei e estou mto contente com todas as decisoes, embora drasticas e dolorosas, q tomei.
    Abracos e sorte!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics