"Selos Recebidos"

segunda-feira, 17 de maio de 2010

"Desesperança"


Quantos versos mais posso criar,
A fim de saudar a grandiosidade de amar?

Posso eu clamar o amor, respeitar e saudar.
Mas, que me bastam palavras quando a alma não deseja mais esperar?

Talvez, devesse deixar de escrever sobre amar.
Talvez devesse por de lado profundo pensar.

Esvaziar a mente, estancar demência a saudade e sua essência.
Deixar de lado as palavras que vêem e vão sem deixar espaço para razão.

Vejo a meu lado sofreguidão.
Observo pessoas extorquindo sentimento.
Vejo outras tantas pedindo perdão.

Neste Mundo insano carente de amor.
Onde pessoas utilizam de bom sentimento para causar dor.

Já tive amores, saudosos amores, mas todos parecem em vão.
Que valor dão ao sentimento que exala vida e paixão?
Se o que mais fazem é tirar proveito da emoção.

Por amor vejo pessoas caírem.
Por amor vejo pessoas penarem.
Por amor vejo pessoas extorquirem.

Roubam esperança, crença e temperança.

Perde-se a cada dia o sentido da vida.
Perde-se a cada dia um pouco da poesia.

Perde-se assim, dia após dia a esperança.
Até o ponto de não se ver brilho em olhos de criança.

30 comentários:

  1. Ai Hamilto, nunca deixa de desafogar sua alma na escrita,s eria um erro(minha opnião), vou te mostrar o poema lindo, de amor, mas tem frases nele que mostram uma verdade veja:

    Eu não existo sem você

    Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
    Que nada nesse mundo levará você de mim
    Eu sei e você sabe que a distância não existe
    QUE TODO GRANDE AMOR
    SÓ É BEM GRANDE SE FOR TRISTE
    Por isso, meu amor
    Não tenha medo de sofrer
    Que todos os caminhos
    Me encaminham pra você

    Assim como o oceano
    Só é belo com luar
    Assim como a canção
    Só tem razão se se cantar
    Assim como uma nuvem
    Só acontece se chover
    ASSIM COMO O POETA
    SÓ É GRANDE SE SOFRER
    Assim como viver
    Sem ter amor não é viver
    Não há você sem mim
    Eu não existo sem você.
    Vinícius de Morais

    Deixei em capslock o que quero que veja...
    Bjs meus!
    Mila

    ResponderExcluir
  2. Grafite, agradeço a visita!
    Espero que sempre goste!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Mila, querida.
    As vezes mesmo as palavras não dão vazão a tudo o que se passa em nossas almas.
    Ao tempo que somos esperançosos, observamos a nosso redor menos motivos para se acreditar no amor.
    Não digo que desisto, nem que temo ou que desacredito.
    Apenas um tanto cansado de encontrar no caminho da busca mais e mais pessoas se utilizando de sentimentos.
    Me causa tristeza, descrença e por que não dizer medo que tudo desapareça.

    Adorei a poesia que deixou aqui em "Profundo Pensar" hoje me desculpe precisei "desabafar"...

    Beijos Mila e obrigado por estar presente e sempre demonstrar carinho.

    "QUE TODO GRANDE AMOR
    SÓ É BEM GRANDE SE FOR TRISTE"

    "ASSIM COMO O POETA
    SÓ É GRANDE SE SOFRER"

    ResponderExcluir
  4. Você não pode parar de escrever, não desafoga só a tua alma, mas tantas outras que lêem.

    Sei lá quem disse: "não te cabes terminar a obra, mas não és livre para abandoná-la". No teu caso escreverás por toda a vida.

    Parabéns... muito bom!

    ResponderExcluir
  5. Se o que faz com que nós mudêmos verdadeiramente o nosso comportamente é o sofrimento e não a felicidade acho-o válido para que passêmos a dar valor ao que temos e ao que podemos ter...

    " - Assim como o oceano só é belo com o luar
    Assim como a canção só tem razão se se cantar
    Assim como uma nuvem só acontece se chover
    Assim como viver sem ter amor não é viver... ♪ "

    ResponderExcluir
  6. Uma vez poeta, poeta para sempre!

    Mais uma vez eu me arrepiei com suas palavras...

    Abração,

    Luciana (Catadora de Palavras)

    ResponderExcluir
  7. amar é sofrer.. amar é ter dor.. sem amar ou mesmo amando...
    digno é ter coragem de colocar isso pra fora..
    na chuva ou no sol, a poesia nao pode morrer.. ela é a essencia do nosso amor.

    ela é essencia desse SEU amor.. que, eu tenho certeza, ainda fara alguem flutuar, delirar, sonhar...

    cada um de nós tem um sol q nos aguarda..

    o seu está a caminho.. nunca duvide disso.. nunca

    beijos

    com carinho

    ResponderExcluir
  8. Victor Zanata, talvez seja a Sina então?
    Escrever e escrever...

    Precisa expor a descrença que estamos habituados a ver.

    Abraços e obrigado!

    ResponderExcluir
  9. Jυℓyαnα ツ, é bem verdade valorizar o que se tem e buscar aquilo que se pode ter...

    Beijos e obrigado pela presença e presença em "Profundo Pensar"!

    ResponderExcluir
  10. Luciana Horta, "poeta" estará na próxima postagem.

    Obrigado pelas palavras e atenção!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. luciana modesto, de certo quando o Sol chegar, estarei aqui para retratar.
    Obrigado pelas palavras de carinho.

    Não duvido, as vezes tropeço... rsrs

    Beijos! com carinho também.

    ResponderExcluir
  12. Excelente poema e infelizmente as pessoas não valorizam mais o amor, os relacionamentos estão descartáveis, as pessoas andam muito superficiais mas mesmo assim não podemos desistir de procurar e acreditar nas nossas crenças. Nem tudo está perdido e ainda existem boas pessoas.

    ResponderExcluir
  13. Amor sempre, a cada momento amor.

    Beijos Hamilton,

    ResponderExcluir
  14. Calma, poeta. Calma! Ele chega Lindos versos, como sempre!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Linda poesia, Hamilton!!! Sempre haverá esperança num mundo mais humano, mais coração, pois há pessoas como você, que escreve com sentimento, com paixão! Parabéns!! Bom dia, beijos ;)

    ResponderExcluir
  16. A esperança de amar jamais pode morrer dentro de você, se há espera é por que a vida tem a te oferecer, momentos únicos, que a hora certa vai saber! Se o tempo ainda te desespera, é ai que precisas ser forte, por que quando o amor chegar, vai precisar de você mais resistente para superar todas as barreiras até a plenitude e o equilíbrio do mesmo se evidenciar..

    Um abraço - lute como se hoje fosse o dia que teu amor o espera mais feliz!

    Juliana

    ResponderExcluir
  17. Tem gente que lida como sentimentos como se fossem ações de bolsa, aposta de cavalos... tudo tão superficial, frio e calculista.

    Que mundo é esse, muitas vezes eu me pergunto...

    ResponderExcluir
  18. a gente tropeça mesmo... aliás, esse é a nossa arte..
    seguir, tropeçar e seguir!!!
    e somos hábeis nisso... principalmente pq acreditamos!
    bjos

    ResponderExcluir
  19. Meu querido, o que é isso?
    Desesperança?
    Jamais!
    Mesmo que algumas pessoas tirem proveito da emoção, e não valorizem os sentimentos, não deves desistir.
    A vida é dura, caimos, levantamos e seguimos em frente, apesar de tudo.
    O que é seu, está guardado, tudo tem sua hora.
    Desabafe aqui conosco, ma não desista.
    Com carinho, respeito e admiração, Lady.
    Bj

    ResponderExcluir
  20. Desabafando, tem razão não podemos deixar de lado nossas crenças, mesmo que pareçam diminutas diante de tanto descaso.

    Beijos e obrigado pelas palavras.

    ResponderExcluir
  21. Fátima, sempre o amor.
    Mesmo ele estando fraco ainda resiste.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Pablo, a calma é dádiva realmente.
    Mas de vez enquando o descaso me ataca, e então revido.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  23. Suziley, sim sempre haverá pessoas como você que nos encanta com suas postagens.

    Beijos e obrigado!

    ResponderExcluir
  24. Juliana, sei que tens toda razão, que é necessário sempre resistir.
    No entanto, há dias em que desejamos apenas descansar, calar e não enxergar tanto descaso ao sentimento de amar.

    Muito obrigado pelas palavras.
    Deixo beijos a você...

    ResponderExcluir
  25. Alexandre, tem toda razão.
    O sentimento a cada dia tem se tornado objeto, algo dispensável.
    Na verdade parecem se aproveitar daqueles que ainda amam pessoas e possuem objetos, ao contrário do que fazem. Amam objetos e possuem pessoas.

    Abraços meu caro e obrigado pela presença de sempre.

    ResponderExcluir
  26. É bem verdade luciana modesto, a vida nos ensinou e tornamos hábeis a cada dia, pois a vida continua e se continua os ensinamentos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Lady, querida Lady, confesso que por vezes a vontade de desistir existe.
    Mas confesso que todos que acompanham, que escrevem com a alma, me alimentam. Alimentam e fortalecem o espiríto que ainda permanece acreditando nas emoções.
    Saiba que a recíproca é totalmente verdadeira, o carinho, respeito e total admiração.

    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  28. Se tudo isso vale a pena ninguém sabe. Apenas a gente sabe que sente e isso não tem como arrancar de dentro, dar férias, sair pra passear, guardar no armário por uns dias, deixar para a próxima estação.
    Sentimos, simples assim, independente de estar dando certo ou não, independente de sermos retribuídos nessa emoção. O que está lá dentro é só nosso, nem há como medir e pesar o tamanho desse sentimento e quanto tempo ele vai durar, se pra sempre ou até o próximo verão...
    Sentimento pesa, Hamilton, pesa tanto que muitas vezes é difícil carregá-lo. Bom seria de pudéssemos escolher quanto gostarímos de levar no coração.

    Beijos, desculpa o tamanho do comment, mas os seus versos me empolgaram. Adorei, como sempre! EMOCIONANTES!!!

    ResponderExcluir
  29. Luciana, mais uma vez tem a razão como seu manto.
    O sentimento pesa, pesa tanto que por vezes precisamos dar vazão.
    Se um dia darão certo ou não, ninguém o sabe quem dirá nós meros "carregadores" então.
    Quem derá realmente pudéssemos dosar ao coração quanta emoção ele pode carregar.

    Não tem do que se desculpar, pricipalmente por contribuir com suas palavras e seu coração em "Profundo Pensar"

    Beijos a tí, a quem admiro muito!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Web Analytics